Gaúcha de 87 anos mata ladrão que invadiu sua casa.

Os bandidos de Caxias do Sul (RS) devem estar revendo o conceito de atacar residências de idosos. No último sábado, a aposentada Odete Prá, de 87 anos, usou um revólver calibre 32 que estava carregado há 35 anos para matar um meliante de 30 anos.
Essa não é a Dona Odete, mas a gente imagina ela assim
“A gente não achava que a arma ainda ia funcionar e nem que ela ia conseguir atirar. Ela é frágil”, disse sua filha, em depoimento sobre o caso. Segundo ela, sua mãe estava sozinha, dormindo, quando um homem invadiu o local, no terceiro andar de um prédio.
Sem que o invasor percebesse, a idosa pegou o revólver, que estava guardado no armário, e foi andando atrás dele no apartamento. Em seguida, ele pediu que dona Odete abrisse o portão que dá acesso às escadas, mas ela respondeu que não tinha a chave porque “nunca saía de casa sozinha”.
A filha de Odete declarou que o ladrão ameaçou agredir a idosa, ficou nervoso e alterou a voz, sempre olhando com uma cara muito feia. Odete pensou “agora sou eu ou ele” e atirou.
A bala atingiu em cheio o peito do assaltante, que caiu no chão. Por via das dúvidas, a aposentada ainda deu dois tiros no suspeito. Ele não havia roubado nada da casa. A Brigada Militar e o Samu foram chamados, mas o homem não resistiu.
Odete prestou depoimento, mas a família ainda não sabe dizer se ela será indiciada. No momento, ela está em casa rezando e descansando.

* Com informações da Folha de São Paulo