Síndrome do lobisomem


Uma família do Nepal passa por um tratamento para diminuir os sintomas de uma doença chamada de hipertricose lanuginosa congênita, mais conhecida como "síndrome do lobisomem". A principal característica da doença é excesso de pelos.
O problema atinge a nepalesa Devi Budhathouki, de 38 anos, e os três filhos, Manjura, Mandira e Niraj. Depois de sofrerem com a doença durante toda a vida, eles começaram o tratamento a laser para diminuir os pelos no corpo.
Eles são atendidos no Hospital Dhulikhel, que fica nas proximidades de Katmandu, capital do Nepal.

Confira o antes e após o tratamento:

(Fotos: Agência Reuters)